Como a idade influencia na qualidade do vinho?

Como a idade influencia na qualidade do vinho?

Como a idade influencia na qualidade do vinho?

Que o vinho é uma bebida milenar, todo mundo já sabe. Durante séculos, após passar por diferentes períodos da humanidade e resistir a diversos povos e sociedades históricas, a bebida ainda sobrevive na preferência de culturas dos mais variados países espalhados pelo mundo. Durante todo esse trajeto pela história das civilizações, foram atribuídos ao vinho alguns estereótipos que sobrevivem até hoje entre os seus apreciadores. Um deles, talvez o mais conhecido, é de que quanto mais velha for a bebida, mais saborosa e valorosa ela se tornará. Porém, nem sempre essa máxima se comprova, pois existem saborosos e finos rótulos que não necessitam de avançados anos de armazenagem para que entrem ao grupo seleto da “velha safra”. Mas de que forma a idade contribui para o sabor da bebida?

Quanto mais velho melhor?

A tradição dos rótulos de décadas e até mesmo séculos anteriores ainda se mantém viva na preferência dos tradicionais apreciadores de um bom e clássico vinho. Ou seja, a frase de que “quanto mais velho um vinho, melhor e mais valioso ele se torna” ainda está valendo. Porém, encontrar algumas garrafas no fundo da adega dos avós nem sempre é uma experiência agradável, pois o vinho apresenta um ciclo de vida semelhante a existência humana: nasce, cresce, evolui, estabiliza, envelhece e morre. Ou seja cada vinho tem o seu potencial de envelhecimento.

Nem sempre o tempo faz bem

Durante o processo de produção do vinho, em que ocorre a fermentação, todo o açúcar presente no líquido é transformado pela levedura em álcool. Após a fermentação alcoólica o vinho inicia a fermentação malolática, que tem por finalidade o afinamento do vinho para posteriormente ser engarrafado. Com o envase do líquido, o oxigênio, presente na garrafa ou absorvido pela rolha, faz com que as substâncias dentro do vinho continuem promovendo reações químicas e estimulando a ação dos micro-organismos, podendo ser benéfico ao vinho. Entretanto, esse processo do contato do produto, mesmo que sutil, com o oxigênio durante um longo prazo, pode não ser benéfico para a conservação da qualidade da bebida.

E-book Sabores, aromas e harmonizações

O sabor do tempo

Quando o envelhecimento do vinho ocorre dentro do tempo esperado, o sabor do vinho se transforma em um combinado de essência, acidez, leveza e doçura únicos, proporcionando uma experiência difícil de ser obtida com um rótulo jovem. Isso não quer dizer, necessariamente, que o resultado será melhor, mas ele com certeza será diferente, embora você possa decidir sem problemas que gosta mais de uma mesma safra mais jovem do que envelhecida. Em um vinho envelhecido corretamente, os taninos, substância responsável pelo sabor adstringente e pela sensação de boca seca após ingerir o vinho, amaciam-se e tornam-se menos adstringentes, sem perder sua complexidade. Já a acidez perde um pouco do seu frescor original, mas permite que os sabores e aromas frutados do vinho revelem-se com mais nitidez. Para quem gosta de vinhos mais vivos e frescos, o envelhecimento pode não ser vantagem, mesmo quando o processo é feito da maneira adequada. Por outro lado, o envelhecimento dá errado quando o vinho perde suas qualidades, deteriora ou vira vinagre pela ação de uma bactéria que transforma o álcool em ácido acético.

Para você não ter surpresas ao escolher um vinho, opte por um Peterlongo. Nossos rótulos garantem a você toda a qualidade e sabor de um vinho tradicional e original produzido dentro de processos rigorosos, oferecendo a melhor experiência para brindar aquele momento especial. Se você aprecia rótulos mais jovens fica a nossa indicação para a linha Terras, com vinhos joviais e aromas frutados. Se preferes vinhos com potencial de guarda indicamos a linha Armando Memórias que apresenta aromas mais complexos e taninos mais aveludados provenientes de vinhos envelhecidos pelo carvalho francês.

E você? É mais tradicional e prefere o bom e velho rótulo antigo, ou é mais moderno e prefere a suavidade dos rótulos mais atuais? Compartilhe conosco sua opinião e brinde a felicidade!

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos


  • Conheça nossa linha de Espumantes