Do plantio à colheita – cuidados que se deve ter com as uvas

Do plantio à colheita – cuidados que se deve ter com as uvas

Do plantio à colheita – cuidados que se deve ter com as uvas

O cuidado com a elaboração de um vinho de qualidade começa muito antes do processo de preparação das uvas para fabricação da bebida. Os mínimos detalhes são o que fazem a grande diferença no resultado final do e das características de um bom vinho.
Além da escolha correta da matéria prima, a Vinícola Peterlongo preza muito pela qualidade do solo e de suas videiras. É imprescindível saber o momento certo da colheita e o método correto de armazenamento. No texto de hoje, vamos nos aprofundar um pouco mais neste assunto.
O ciclo das videiras dura cerca de oito meses no ano, podendo variar de região para região por conta do clima, da variedade da uva e das características do solo. A videira precisa passar por vários estágios: brotação, crescimento, floração, vingamento do fruto, pintor e amadurecimento.
Na fase de brotação, a planta desperta após o inverso e utiliza os nutrientes acumulados do ano anterior para criar os novos gomos. No crescimento, as pequenas folhas do gomo dão origem ao pâmpano, um ramo de onde vão surgir folhas novas e, por fim, as inflorescências. Nesta fase a planta absorve água e nutrientes do solo e as folhas produzem o açúcar.
Na floração, as flores se formam e se tudo ocorrer bem, cerca de 30% das flores serão fertilizadas e o fruto já começa a crescer. Algumas semanas após o vingamento dos frutos, acontece a fase pintor, onde este fruto adquire cor e marca o início da maturação das uvas. A última fase, conhecida como amadurecimento, é a mais importante de todas: é neste momento que será definida a qualidade do vinho final, a partir da maturação da uva.
A colheita é o próximo passo e ela também pode definir a qualidade do vinho. Uma uva colhida cedo resulta em uma bebida com pouco álcool. Já a uva que se colhe mais tarde, resulta em um vinho com muito álcool, mas baixa acidez. Como a uva é um fruto muito sensível, os cachos são retirados com tesouras especiais e são armazenados em caixas de vime ou plástico. Dessa forma, elas podem ser empilhadas sem danificar a uva. O armazenamento deve ser feito rapidamente para evitar a desidratação das uvas, a seca dos engaços e o desprendimento das bagas, fatores que causam grandes prejuízos a qualidade do vinho.
A partir desse momento, as uvas estão prontas para virarem vinho. As uvas passam pela fase de produção, engarrafamento e armazenamento da garrafa, que também são essenciais para a qualidade da bebida.
Para conhecer toda a variedade de vinhos que a Peterlongo oferece, acesse a nossa loja online: loja.peterlongo.com.br. Esperamos você por lá!

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos