Seja um especialista: Conheça 10 livros sobre o mundo dos vinhos

Seja um especialista: Conheça 10 livros sobre o mundo dos vinhos

Seja um especialista: Conheça 10 livros sobre o mundo dos vinhos

O vinho e o livro são companheiros culturais de longa data e muita gente prefere degustá-los juntos. Em alguns casos, um bom livro pode orientar os degustadores de primeira viagem a escolher melhores vinhos, ou ainda, trazer curiosidades para os interessados pelo assunto. Em outros, um bom vinho pode realçar a experiência da leitura.
Apesar do volume enorme de conteúdo sobre vinho que se encontra na internet, os livros clássicos ainda fazem toda diferença para os especialistas da área ou para os apaixonados pela bebida.
Conheça 10 obras que todos os interessados por vinho devem ter em sua biblioteca:

Os sentidos do vinho – Matt Kramer

Um clássico fundamental tanto para especialistas quanto para apreciadores. Muito do sucesso deste título se deve à capacidade de seu autor de aliar clareza à riqueza de informações. Matt Kramer, colunista da respeitada publicação Wine Spectator, reúne teoria e prática, fatos e dicas capazes de fascinar todos os leitores.

Os Segredos do Vinho – Para Iniciantes e Iniciados – José Osvaldo Albano do Amarante

Este é o mais completo livro sobre vinhos já escrito no Brasil. Além de fornecer ao leitor todas as dicas para que ele compre, armazene e consuma seus vinhos de forma correta, harmonizando-os com todos os tipos de comida, a obra – agora em edição revista, atualizada e ampliada – explica a arte da produção de vinhos e traz informações detalhadas sobre os principais países produtores.

A viúva Clicquot – Tilar J. Mazzeo

O subtítulo do livro já o resume bem: “A história de um império de Champagne e da mulher que o construiu”. No entanto, a história de Nicole Barbe Ponsardin, a mulher que ficaria conhecida pela alcunha de Veuve Clicquot, é muito mais do que a simples história da construção de uma marca de Champagne. A viúva foi uma pioneira, com pensamento e atitude muito à frente de seu tempo, sobressaindo-se em uma época em que apenas os homens cuidavam dos negócios. Ao retratá-la, a obra acaba também por contar boa parte da história dos vinhos de Champagne.

A história do vinho – Hugh Johnson

Obra para quem quer mesmo conhecer a história do vinho, desde os seus primórdios até os dias atuais. Conta em detalhes o surgimento e a evolução da bebida passando por diversos países e povos, que deixaram sobre ela suas influências. A obra tem boas imagens ilustrativas e também está repleta de curiosidades, que enriquecem ainda mais o conhecimento. É leitura obrigatória para quem curte história.

O livro do vinho – Joanna Simon

Esta obra traz informações essenciais, desde os tipos de uva até os detalhes mais importantes da produção da bebida. Um guia de degustação com orientações sobre os melhores vinhos de cada categoria. As descrições sobre os tipos da bebida em diversos países oferecem informações técnicas para o leitor escolher, dos brancos leves aos tintos vibrantes, passando por espumantes aromáticos. Ricamente ilustrado, é um verdadeiro roteiro que levará o leitor a uma viagem de exploração vinícola.

Bebo, Logo Existo – Guia de um filósofo para o vinho – Roger Scruton

Nesta obra, o autor discorre sobre as origens do vinho, desde os antigos rituais até o consumo na contemporaneidade. Aborda a relação entre a bebida e a sociedade em diversas épocas e a marginalização do álcool e suas utilidades, seja em rodas de amigos ou até em acompanhamento de jantares. De acordo com Scruton, o vinho, bebido no estado de espírito certo, é definitivamente bom para a alma. E não há melhor acompanhamento para ele do que a filosofia.

Vinho e guerra – Petie Kladstrup

Don e Petie Kladstrup contam a história de tradicionais famílias de vinicultores franceses que impediram os nazistas de roubar um de seus símbolos mais genuínos – o vinho. Usando das incríveis artimanhas, como a construção de paredes com teias de aranha para esconder safras preciosas e a sabotagem de trens que transportavam vinho para a Alemanha, os produtores formaram uma espécie de Resistência paralela a fim de proteger a economia da França e preservar um de seus patrimônios culturais.

Presença do vinho no Brasil – um pouco de história – Carlos Cabral

Carlos Cabral é um dos maiores estudiosos do vinho no Brasil. Esta obra, publicada em 2004, se tornou a principal referência sobre a história do vinho em solo nacional. Ela remonta a tempos pré-coloniais, em que os índios produziam “vinhos” das frutas que encontravam por aqui, passando pela chegada dos primeiros viticultores e pela colonização italiana, em um panorama de como a indústria evoluiu até os anos 2000. O livro é rico em informações e curiosidades que poucos conhecem sobre a história do vinho no Brasil.

Gosto e poder – Jonathan Nossiter

O polêmico documentarista Jonathan Nossiter defende a tese de que o gosto é muitas vezes apenas a expressão de um poder. A jornada do autor começa no Rio de Janeiro, na companhia dos cineastas Walter Salles e Karim Aïnouz, em torno de um Aglianico del Vulture da região onde Pasolini rodou o Evangelho segundo São Mateus. Depois sobe e desce colinas em direção a caves, restaurantes, vinícolas e shopping centers de vinho da Europa. Desses caminhos, surge um panorama enviesado do mercado do luxo, de um ponto de vista de um apaixonado curioso pela dimensão cultural do vinho, disposto a reforçar a liberdade de expressão do próprio prazer.

Vinho e Comida – Joanna Simon

A autora narra a história do vinho de uma forma inusitada: contando como a bebida e a culinária evoluíram ao longo dos tempos, lado a lado. Para isso, passa pelos pratos clássicos da gastronomia, mostrando as melhores combinações entre vinho e comida.

Junte-se aos nossos assinantes.

Receba as notícias do nosso blog, quentinhas, direto do forno.




Posts mais vistos


  • Conheça nossa linha de Espumantes